Criança que foi agredida com cipó e teve pés furados é acompanhada por psicólogos

-

Mãe que fez denúncia também é acompanhada por psicólogo e por outros profissionais da rede de assistência social.

A criança de 3 anos, que teria sido vítima de maus-tratos ao apanhar do pai com cipó e ter os pés furados, começou a ser acompanhada por psicólogos e demais profissionais da rede de assistência social do município de Porto Acre. A mãe Rosenilda da Cruz, que denunciou o caso na delegacia da cidade, também recebe atendimento.

A conselheira tutelar de Porto Acre, Fabiana Lacerda, informou que nessa terça-feira, 18, uma equipe do Conselho junto com assistente social e psicóloga do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) foi até a casa da família para prestar os primeiros atendimentos.

“Tudo que está nas atribuições do Conselho Tutelar de Porto Acre nós estamos fazendo. A criança está se recuperando em casa e todo suporte que a mãe e a própria criança precisam na questão psicológica e de orientação, a equipe do Creas está dando. Foi feito o primeiro contato e a equipe vai retornar outras vezes para continuar o acompanhamento com ela e com a criança”, informou Fabiana.

Fonte: Portal Roma News

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Família procura por mulher que está desaparecida há três dias em...

0
Na última sexta feira, 05, por volta das 10:00h, uma mulher desapareceu no bairro Novo Horizonte, em Moju, Nordeste do Pará. Familiares informaram à redação...