Sieds pede atenção redobrada para agentes de seguranças em todo estado após atentados na Grande Belém

O Sistema de Segurança Pública e Defesa Social (Sieds) divulgou nesta quinta-feira, 5, um alerta para todos os agentes de segurança no Pará, após a morte de um investigador da Polícia Civil outros dois policias baleados na Região Metropolitana de Belém.

De acordo com o comunicado, a Segup recomenda que os agentes fiquem mais atentos durante o expediente, especialmente, quando não estiverem trabalhando. “Pedimos a todos os policiais que elevem o nível de atenção durante o serviço e em especial nos dias de folga, de maneira que evitem se colocar em situação de vulnerabilidade e risco”, diz o aviso.

INVESTIGADOR DA PC ASSASSINADO 

O investigador da Polícia Civil que foi baleado na noite desta quinta-feira,  5, no bairro da Guanabara em Ananindeua, morreu ao dar entrada no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência. 

Élio Solandro da Silva Castro estava sentado na porta de casa quando foi surpreendido por criminosos que chegaram atirando em um veículo de modelo não informado. 

ATENTADO A OUTROS DOIS POLICIAIS

Dois agentes de segurança  foram baleados por criminosos na noite desta quinta-feira, 5, em Belém, um deles, um policial penal identificado Breno Cabral Pinheiro, no bairro Patinha II e o outro um policial civil identificado como Elio Solandro da Silva Castro, no bairro Guanabara, em Ananindeua.

Segundo informações preliminares, o agente penitenciário Breno Cabral foi baleado por criminosos que desceram de um veículo e fizeram cerca de cinco disparos contra a vítima, nas proximidades da empresa Bertolini. 

ATENTADO CONTRA CABO DA PM

No início da tarde desta quinta-feira, 5, um policial do 20° Batalhão de Polícia Militar do Pará sofreu um atentado na Avenida Pedro Miranda com a Travessa Angustura, no bairro da Pedreira, em Belém. 

Por Roma News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui