Maior apreensão de maconha em Moju teve quase 48 horas de operação

As três roças estavam localizadas a cerca de 290 km da sede do município de Moju. Estima-se que o prejuízo possa ser milionário aos traficantes da droga.

Em uma mega operação conjunta, a Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal de Moju realizaram a maior apreensão de maconha no município.

Foram quase 48 horas de trabalho para que a polícia pudesse acabar com mais de 15 mil pés de maconha, que estavam localizados em três roças próximas a Vila de Itaperuçú e Itabocal, zona rural de Moju, fronteira com Tailândia e Mocajuba.

Em área de difícil acesso, com muitos alagamentos nos ramais e atoleiros, os agentes encontraram diversas dificuldades para chegar até o local dos plantios. Assim que a primeira equipe policial chegou, houve troca de tiros entre os agentes e os criminosos que vigiavam as roças, mas ninguém se feriu.

As equipes policiais saíram por volta das 03h da manhã de segunda-feira (08), e mais reforço foi pedido no mesmo dia.

O cinegrafista do Portal Moju News, Osvando Siqueira, acompanhou a operação, registrando todo o trabalho das forças de segurança.

Materiais apreendidos:

Três motos, possivelmente com registros de roubos, sementes de maconha, armamento e objetos que eram usados para o cultivo da droga, além dos mais de 15 mil pés, onde boa parte foi incenerada como determina a Lei, e uma pequena porcentagem foi apresentada na delegacia de Polícia Civil em Moju.

Duas pessoas foram presas acusadas de terem envolvimento com as plantações. Em entrevista ao Portal Moju News, os acusados falaram que se chamam ‘Filomeno’ e ‘Adauto’. O possível dono do terreno seria morador de Tailândia. A polícia ainda fez buscas em Tailândia, mas não conseguiu localizar o proprietário.

Estima-se que os produtores da roça de droga tiveram um prejuízo aproximado de mais de 2 milhões de reais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui