Criança vítima de maus-tratos é encontrada comendo fezes de cachorro

-

Quatro crianças, entre elas uma autista, estavam sem comer e sem tomar banho há vários dias.

Os pais de quatro crianças que foram autuados após serem acusados de maus tratos, cárcere privado e lesão corporal dos filhos conseguiram alvará de soltura depois de uma audiência de custódia. Uma das vítimas, de quatro anos, estava comendo fezes de cachorros e é autista. O caso aconteceu em Espírito Santo. As informações são do Metrópoles.  

Segundo a polícia, a casa onde as vítimas moravam estava suja e havia fezes de animais por todo o local. Além disso, as crianças não se alimentavam há vários dias, não saiam da casa e não tomavam banho. Uma das vítimas não conseguia andar de tanta fraqueza.

(Reprodução: Divulgação)

Após serem resgatadas, as crianças receberam atendimento médico e foram levadas para um abrigo da cidade. O pai das duas mais velhas, de 12 e 10 anos, quer assumir a guarda provisória das filhas. Ele disse que a mulher sumiu há cerca de 7 anos, quando os dois moravam juntos em São Paulo.

Os acusados foram autuados em flagrante por maus-tratos, cárcere privado e lesão corporal, mas conseguiram alvará de soltura após audiência de custódia. Eles deverão comparecer em Juízo para justificar suas atividades semanais, manter o endereço sempre atualizado e comparecer aos atos processuais. Na decisão, também consta que os pais devem ficar afastados das vítimas até decisão da Vara de Infância.

O caso é investigado pela Delegacia Regional de Barra de São Francisco, que realiza diligências e aguarda a chegada dos laudos periciais.

Texto: O Liberal

Parceiros
Fernanda Araújohttp://mojunews.com/
Jornalista. Pós-graduanda em Assessoria de Comunicação e em Marketing e Redes Sociais. Graduanda em Psicologia.
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Pastor é preso por abusar de criança de 7 anos no...

0
Nessa terça-feira, 19, a Polícia Civil prendeu Pedro Fernandes dos Santos Neto, conhecido como pastor Pedro, depois de ser flagrado ao abusar sexualmente de...