Quatro suspeitos morrem em confronto com a Polícia de Santarém.

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar realizada na manhã deste domingo, 26, na Vicinal do Macanã, entre os municípios de Placas e Rurópolis, resultou na morte de 4 pessoas suspeitas de participação no atentado contra um investigador.

Comandada pelo titular da Superintendência de Polícia Civil do Baixo Amazonas, delegado Jamil Casseb, a equipe de investigadores e de policiais militares de Santarém e Rurópolis fizeram a localização e intervenção da quadrilha, culminando na morte de três homens e uma mulher. De acordo com a Polícia Civil, os bandidos mortos na troca de tiro estão envolvidos na tentativa de homicídio ao investigador Euler, em Santarém.

ENTENDA O CASO

Por volta de 15h30 de sábado, 25, o investigador da Polícia Civil, Euler, sofreu uma tentativa de homicídio dentro de sua residência, na Avenida Gonçalves Dias, no bairro do Uruará, em Santarém.
De acordo com a Polícia Civil, o investigador estava em sua casa quando duas pessoas, em uma motocicleta de marca Honda, modelo Fan, invadiram o local, onde renderam primeiramente a esposa do policial e posteriormente desferiram dois tiros contra ele.

A Polícia Civil informou que a esposa da investigador teria conseguido ir até o quarto, onde pegou a arma de fogo de Euler e, atingiu com um tiro um dos assaltantes. Em seguida, segundo a Polícia Civil, os bandidos saíram em fuga, em direção ao bairro da Área Verde.
 Após o crime, a Polícia Civil, empreendeu diligências com intuito de prender os suspeitos do atentado contra o investigador, resultando na morte de quatro pessoas, neste domingo.

QUADRO CLÍNICO DO POLICIAL

Após sofrer o atentado, o investigador Euler, foi conduzido para o Pronto Socorro Municipal (PSM), ainda na tarde de sábado, onde foi submetido a uma cirurgia delicada. De acordo com o PSM, o estado de saúde do policial ainda é considerado grave.
“Euler Carlos de Souza Rego chegou consciente no hospital, mas apresentou um agravamento do quadro clínico.
O policial civil foi baleado em sua residência. Ele foi ferido por arma de fogo. O paciente passou por uma tomografia.

O quadro clínico é grave”, informou, em nota, o PSM, acrescentando que o coma induzido é temporário.
“Essa condição em que Euler está, é um coma temporário provocado por uma dose controlada de droga barbitúrica.

 É usado para proteger o cérebro durante grandes neurocirurgias”, complementou o PSM.

Fonte: O Liberal

Oferecimento:
IEPAM- Moju
Universidade Cruzeiro Do Sul
Faculdade Fam- Abaetetuba
Farmácia Do Trabalhador De Moju
Açaí Dicasa Delivery
Magazine Luiza
Açaí e Cia Gold
Nenem Moto Peças
GBS NET
Supermercado Leal
Mundo da construção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui