Presidente Jair Bolsonaro visita Paragominas nesta quinta-feira; apoiadores planejam motociata

De acordo com um representante do PL no Pará, comitivas de vários municípios são aguardadas em Paragominas.

Apoiadores de Jair Bolsonaro se organizam para receber a comitiva presidencial nesta quinta-feira, 28, em Paragominas, município que fica a 300 quilômetros da capital do Pará.

De acordo com a agenda oficial, será realizada uma cerimônia de entrega de títulos de regularização fundiária para produtores locais, no Parque de Exposições da cidade, às 10h.

Vice-presidente do PL no Pará, Rogério Barra explica que a expectativa é de que o presidente chegue na cidade por volta das 9h30. Segundo Barra, o município está em “clima bem festivo”, até por ser “muito conservador”. Ele informou que estão sendo aguardadas comitivas de outras cidades do Estado, como Rondon do Pará, Ulianópolis, Dom Eliseu, Santa e Maria. Apoiadores de Bolsonaro de Tailândia também foram à Paragominas.

Existe também a expectativa da realização de uma motociata“As lideranças de moto, moto clube, mototaxistas, fizeram reuniões e traçaram um percurso que seria o ideal e a já estão mobilizadas de forma espontânea para fazer a motociata”, declarou Rogério Barra. Porém, isso ainda não está confirmado, por depender da quebra de protocolo por parte do presidente. “Vamos torcer”, completou. 

A presidente do Sindicato Rural de Paragominas, Maxiely Scaramussa, publicou uma série de Stories com imagens dos preparativos no centro de exposições do município, onde ocorrerá a programação. No início de abril, ela esteve em Brasília em audiência com Bolsonaro.

Em entrevista ao Grupo Liberal no início do mês, Bolsonaro adiantou que iria ao município. “Uma das coisas mais importantes que faremos é a entrega de títulos, provisórios e definitivos. Enquanto não tem título, são pessoas usadas pelo MST [Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra] para fazer invasões. O número de invasões por ano está abaixo de 10, em governos passados era 10 por mês” afirmou o presidente ressaltando, que a medida visa valorizar os produtores rurais.

A programação deve contar com a participação de apoiadores e correligionários do presidente, como os deputados federais Éder Mauro (PL) e Joaquim Passarinho (PSD), além do senador Zequinha Marinho (PL).

Fonte: O Liberal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui