Policial Militar acusado de matar lutador de jiu-jitsu Leandro Lo se entrega à Polícia de São Paulo

Henrique Otávio Leal foi preso na manhã deste domingo, 07, após ter sua prisão decretada pela justiça.

Suspeito de matar o campeão mundial de jiu-jitsu Leandro Lo, o policial militar Henrique Otávio Oliveira procurou a sede da polícia na manhã deste domingo, após ter sua prisão decretada pela justiça estadual de São Paulo. O caso teve ampla repercussão nacional pela banalidade da violência, praticada após um desentendimento em um show do grupo Pixote, na capital paulista.

As autoridades estaduais definiram a ida do investigado diretamente para um presidio, enquanto as equipes da 16ª Delegacia de Polícia seguem investigando o caso. A prisão temporária tem prazo estipulado de 30 dias, prorrogáveis por mais 30 dias.

A prisão do suspeito aconteceu na sede da Corregedoria da PM, conforme informou o delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Osvaldo Nico Gonçalves.

A vítima, o lutador de jiu-jitsu Leandro Lo, tinha 33 anos e foi oito vezes campeã mundial de jiu-jítsu, a última delas neste ano. O atleta embarcaria na semana que vem rumo a mais uma disputa internacional.

Por O Liberal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui