Pai encontra cabeça e restos mortais do filho esquartejado dentro de uma mala em rio

-

A polícia ainda não identificou os suspeitos dos crimes e o local em que aconteceu a mutilação e a motivação.

A cabeça e outras partes do corpo de um jovem de 21 anos, que estava desaparecido no início do mês de maio, foram encontradas no último sábado (22) pelo pai da vítima, dentro de uma mala boiando no rio, na região da Itoupava, em Santa Catarina. 

Nas câmeras de segurança, é possível ver o momento em que Renan Kalbush aparece andando desacompanhado na região do terminal de ônibus no bairro Canta Galo, na noite do  último dia 4 de maio. A partir deste momento, a vítima não foi mais vista. 

A família do jovem registrou um boletim de ocorrências, mas as pistas só começaram a aparecer após uma semana do caso. No dia 12 de maio, um pescador da região encontrou a parte de uma perna humana no Itajaí-Açu. Ronaldo Kalbush, pai de Renan, reconheceu o membro como sendo filho por causa da tatuagem. 

Os agentes da Polícia Civil abriram inquérito e o Corpo de Bombeiros foi acionado para as buscas. Ronaldo também decidiu iniciar as próprias investigações e nos dias 15 e 20 deste mês, encontrou as outras partes do filho dentro de uma mala no mesmo rio.

O delegado Tiago Cardoso, responsável pelo caso, segue aguardando os resultados de laudos periciais que podem apontar se Renan morreu em decorrência do esquartejamento ou se já estava sem vida quando foi morto.

A polícia ainda não identificou os suspeitos dos crimes, o local em que aconteceu a mutilação e a motivação para o esquartejamento. Os agentes seguem investigando o caso.

Fonte: O Liberal

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Razão do feriado: Pará adere à independência do Brasil

0
História mostra o quanto a pressão de comerciantes e elite fizeram parte da construção do Pará e em certo momento até atrasando em relação...