Mãe é presa em Tailândia por não denunciar casos de abuso sexual que a filha de nove anos sofria

Segundo a polícia, a mulher sabia dos abusos sexuais que a filha sofria, mas não comunicou as autoridades.

Uma mulher foi presa em Tailândia, município do nordeste paraense, como partícipe em um caso de estupro de vulnerável, crime praticado contra sua própria filha, uma menina de apenas nove anos de idade. Iasmim dos Santos foi presa pela Polícia Civil local, sob coordenação do delegado João Bosco, em uma investigação feita pela delegacia de Concórdia do Pará, cidade onde o crime foi registrado.

Segundo a polícia de Tailândia, Iasmim sabia que a filha era violentada sexualmente pelo seu companheiro, mas não fez nada para impedir os repetidos casos de abuso. Depois de uma investigação conduzida por Concórdia, os policiais de Tailândia receberam na quinta-feira, 27, a informação de que Iasmim estava naquele município, na casa da irmã, e seguiram para o local. Lá, por volta das 16h, a mulher foi detida e levada para a delegacia. O homem que cometeu os abusos foi preso em Concórdia, pela polícia local.

Por causa da omissão perante os casos de violência sexual contra sua filha, a mulher também foi indiciada pelo crime de estupro de vulnerável. Ainda de acordo de com a Polícia de Tailândia, a mãe da vítima foi transferida na manhã deste sábado, 29, para o Centro de Reeducação Feminino (CRF), em Ananindeua, Região Metropolitana de Belém.

Fonte: O Liberal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui