Jovem grávida morre após ser violentada sexualmente e ter intestino perfurado no Pará

-

Ela e o bebê, de 25 semanas, passaram por perícias no IML. Ninguém foi preso.

A jovem grávida Franciele Araújo Lima, de 20 anos, morreu com sinais de violência sexual no sudeste do Pará na terça (5). Ela estava no 6º mês da gestação. O pai da criança seria o principal suspeito do crime, segundo a Polícia local.

A vítima teve o intestino perfurado, foi espancada e violentada sexualmente em Itupiranga, a 50 KM de Marabá, para onde ela foi transferida ao Hospital Municipal.

A equipe médica da unidade informou que ela deu entrada na manhã de segunda, com sinais de violência sexual, dor abdominal e sangramento. Chegou a passar por cirurgia, mas não resistiu.

O corpo dela e do bebê, de 25 semanas, passou por perícias no Instituto Médico Legal em Marabá.

Franciele morava com os pais em Itupiranga. Liberados na manhã de terça (5), os corpos foram encaminhados para sepultamento.

A Polícia Civil disse que abriu um inquérito para apurar o caso de violência e identificar os envolvidos. Até então, ninguém foi preso.

A corporação afirmou que vai aguardar o sepultamento para começar a ouvir depoimentos de parentes e amigos. Um laudo detalhado do IML deve ajudar nas investigações.

Texto: G1 Pará

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Eleições 2022: restrições para agentes públicos começam a valer

0
Medidas estão previstas na Lei das Eleições. Restrições para servidores públicos e pré-candidatos às eleições de outubro passam a valer a partir de hoje (2), três meses antes do...