Influenciadora está entre os presos por morte de vendedor de joias em Marabá

-

Após a Polícia Civil prender sete acusados na morte do vendedor de joias, Edilson Pereira de Sousa, que aconteceu em abril deste ano em Marabá, sudeste do Pará. Com 27 mil seguidores, como Gabryella Ferreira Bógea, 23 anos, e faz bastante sucesso na internet com 27 mil seguidores e está entre os suspeitos do homicídio. A influencer possui uma conta no Instagram para propagar sua loja virtual. 

Além de Gabryella, a sua avó materna, Maria da Paz Silva Ferreira, 69, também foi presa pelo envolvimento na morte de Edison. Entre os acusados detidos pela Polícia, estão Rafael Ferreira, irmão de Gabryella; Ainotna Ferreira, conhecida como Tyna, mãe de Gabryella e filha de Maria da Paz e Alanna Camilla, ex-mulher de Rafael. Também foram presos Bruno Glender e Matheus Mendes, que parecem não ter parentesco com a família. Bruno, aliás, estaria morando com Gaby. 

Segundo a investigação, que teve início logo após o crime, a principal motivação para o delito foi para não pagar uma dívida que exista com a vítima, de R$ 1.900.000,00 em que uma das investigadas era devedora. Além disso, durante o crime também foram subtraídas diversas jóias, sendo estimado em mais de R$1.000.000,00. 

Texto: O Liberal

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Preocupante: Marabá atinge 100% de ocupação de leitos de UTI

0
A nova onda de contaminação no município está lotando o Hospital Municipal da cidade ma nova onda da Covid-19 assola Marabá, no sudeste do estado....