Casal é preso suspeito de matar servidor público de Igarapé-Miri

-

Jonas Dabe Melo teria envolvimento com um dos suspeitos e a morte pode ter envolvido uma dívida.

O casal Charles Ferreira de Araújo e Paul Lenor Fros dos Santos foi preso na madrugada desta sexta-feira (5), por envolvimento na morte do servidor público de Igarapé-Miri Jonas Dabe Lima, encontrado morto na Mata da Ceasa em 18 de setembro deste ano. A Divisão de Homicídios da Polícia Civil conseguiu chegar aos acusados pelo crime depois de quase dois meses de investigação, em uma ação que teve apoio da Polícia Militar local e de moradores do nordeste paraense, onde ambos estavam escondidos.

Segundo o delegado Luís Xavier, da Divisão de Homicídios, os dois foram presos na zona rural de Igarapé-Açú. Até o momento, não há indícios que o ação tenha envolvimento com homofobia, como foi especulado na época. Contudo, o caso ainda está em apuração. Em depoimento, já em Belém, Paul disse que conhecia Jonas há anos, e o rapaz devia dinheiro para ele. Ele então criou um perfil falso em uma rede social e marcou um encontro com a vítima, armando uma emboscada.

“Chegando ao local, em um carro dirigido por Charles, Paul, que estava escondido no banco de trás, se revelou e disse ‘lembra de mim?’ Houve luta corporal, e inclusive, o vidro da janela foi quebrado. Eles acabaram matando a vítima. Inicialmente, tudo leva a crer que foi um crime patrimonial”, disse o delegado, que contou ainda que a dupla disse que roubou o celular do servidor público. “As investigações indicam crime de latrocínio, por conta do depoimento dos dois”, explica.

A Polícia Civil apurou que Jonas foi morto por estrangulamento e por uma facada. Depois do crime, o casal ainda deixou o corpo de Jonas no carro. Eles foram para casa e voltaram ao local só no dia seguinte, para desovar o corpo na mata da Ceasa. O cadáver só foi achado dois dias depois da morte, envolto em lençóis.

Com o avanço das investigações e após a Justiça deferir os mandados de busca e prisão temporária, a polícia localizou o casal no interior do Estado. “Eles estavam em uma vila em Magalhães Barata. Charles tem parentes lá, e eles foram se esconder. Na manhã de ontem (04), fomos cumprir os mandados, mas eles conseguiram fugir para a mata.

Na madrugada de hoje, os policiais militares foram acionados por populares, e eles foram encontrados na rodovia que leva a Igarapé-Açú”, conta do DPC Xavier, que conta que Charles e Paul vivem em união estável há pelo menos três anos. Com a prisão doa acusados, o caso segue em investigação, para saber se há outras pessoas envolvidas no crime.

Texto: O Liberal

Charles Ferreira de Araújo e Paul Lenor Fros dos Santos foram presos na zona rural de Igarapé-Miri (Divulgação / Redes Sociais / Sem autoria identificada)
Crédito: Reprodução/Rede sociais

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Mulher dá à luz na calçada em frente à maternidade no...

0
Um vídeo que circula nas redes sociais mostra a bebê no chão da calçada chorando enquanto a mulher está de pé ao lado. Nesta terça-feira,...