Caçador que ajudou em buscas por Lázaro é preso

-

“Babaçu” é acusado de violentar sexualmente uma adolescente de 16 anos.

De acordo com o artigo 213 do Código Penal, é configurado estupro constranger alguém, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinos. O crime pode resultar em pena de 6 (seis) a 10 (dez) anos de prisão.

No entanto, todas essas informações não foram capazes de inibir a ação de um homem acusado de estuprar uma adolescente de 16 anos, em Goiás. O caçador conhecido como “Babaçu”, que participou das buscas pelo serial killer Lázaro Barbosa, em Águas Lindas de Goiás, está preso suspeito de violentar sexualmente a menor. A detenção ocorreu em São Miguel do Araguaia, na tarde da última segunda-feira (25).

De acordo com a Polícia Civil, Babaçu teria presenteado a menina com o intuito de manter relações sexuais com ela. A jovem, porém, recusou o contato com o caçador, e desde então ele teria passado a ameaçá-la. As investigações mostraram que “Babaçu” procurou a garota novamente no domingo (24), quando ele teria ameaçado levá-la para longe de casa. A coação teria resultado na conjunção carnal entre ambos.

Depois do abuso, ele levou a adolescente para a casa dela. Segundo a jovem, “Babaçu” teria dito para ela não contar o que havia acontecido. A adolescente, porém, denunciou o crime à polícia e o homem acabou preso. Segundo os agentes, após ter sido detido, o caçador tentou fugir da delegacia, mas não conseguiu. Segundo a corporação, ele tentou se aproveitar do fato de que na unidade não há celas, mas acabou algemado em uma cadeira.

Depois da tentativa de fuga, Babaçu ainda teria ameaçado os policiais de morte. Os agentes o conduziram à Polícia Penal, onde agora ele está à disposição do Poder Judiciário.

Ajuda na caça por Lázaro

Em junho deste ano, “Babaçu” ganhou fama após dizer que ajudaria a encontrar o fugitivo Lázaro Barbosa. Na época, ele publicou vídeos dizendo que era acostumado a dormir e sobreviver na mata. Porém, menos de dois dias depois, o caçador teve seus conhecimentos dispensados pelas autoridades.

Texto: DOL

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Rir ou chorar? Menino de dois anos compra mais de R$...

0
Pequeno brincava com celular da mãe quando confirmou, sem querer, compras que estavam em carrinho de loja virtual. Um garotinho de dois anos estava brincando...