Cabeleireiro é morto com golpes de terçado na frente do filho no Pará

-

Vizinhos acreditam que rixa entre a vítima e agressor motivou o crime no nordeste do estado.

No começo da manhã, desta segunda-feira (20), um homicídio chocou moradores do bairro Pratiaçu, no município de Augusto Corrêa, no nordeste do Pará. O cabeleireiro Willame Araújo Oliveira, de 28 anos, foi morto com pelo menos cinco golpes de terçado, na frente do próprio filho que, aos gritos, implorou para o agressor não matar o pai, mas não foi atendido. A vítima morreu, de imediato, sem a mínima chance de defesa. Com informações da página FB Notícias. Com informações da página FP Notícias.

Vizinhos informaram que a vítima e o acusado tinham uma rixa e isso pode ter sido a causa da morte do cabeleireiro. A Polícia Civil esteve no local do crime, uma casa simples, de madeira. Populares descreveram as características físicas do autor do crime aos agentes de segurança.

Algumas horas após o crime, o acusado foi preso em flagrante por uma guarnição motorizada da Guarda Civil Municipal de Augusto Corrêa. Ele foi identificado como José Maria da Silva Padilha, de 26 anos, conhecido como “Cabeça”.

José Maria foi preso ao ser reconhecido por um dos guardas municipais no momento em que ele se dirigia na companhia da própria mãe à uma agência bancária, segundo os policiais, para sacar dinheiro e sair de Augusto Corrêa.

O corpo de Willame Oliveira foi removido por uma equipe do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves – Núcleo de Bragança, para ser necropsiado no Instituto Médico Legal em Castanhal. Em seguida, o corpo seria liberado para a família realizar o sepultamento.

O acusado foi apresentado à Delegacia de Polícia Civil de Augusto Corrêa para ser ouvido pelo delegado de plantão, responsável pelos procedimentos legais cabíveis. Até o início da tarde desta segunda-feira, a arma utilizada no crime não havia sido localizada.

Texto: O Liberal

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Pescador que salvou 50 pessoas no naufrágio em Cotijuba, recebe Medalha...

0
Zezinho sobrevive da pesca e do açaí e jogou todo o seu material de trabalho na água para comportar mais pessoas dentro do barco. O...