Veja quem são os quatro suspeitos da morte de Ravyla presos pela polícia

O operador de maquinas Henderson Pedroso, de 44 anos, apontado como quarto suspeito de envolvimento no caso da menina Ravyla Dagila de Sousa, de 10 anos, encontrada morta com sinais de tortura, na zona rural do município de Viseu, se apresentou à polícia na tarde desta quinta-feira, 1, na presença de um advogado, acompanhado também por familiares.. 

Além dele outros três suspeitos já haviam sido presos pela Polícia Civil, Paulo Henrique vulgo “beleza”, que foi preso no último domingo, 27; Zima Lima dos Santos, que se apresentou na manhã de terça-feira, 29;  e o radialista Genival Maciel Oliveira, “Dj Maikinho”, que foi preso também na tarde da última terça-feira, no município de Viseu.

SOBRE O CASO:

A menina Ravyla de Sousa, de 10 anos, foi encontrada morta, no dia 25 de junho, em uma área rural do município de Viseu, chamada Porto Grande. Informações preliminares dão conta que a criança estava com sinais de abuso sexual e tortura.

Segundo testemunhas, o corpo de Ravyla foi encontrado por populares que viram uma estranha movimentação de urubus na área onde a menina foi localizada.

Por Roma News

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui