“Sua Casa” e títulos de terra garantem desenvolvimento social nos 165 anos de Moju

Foto: MARCOS SANTOS

Cento e oitenta e quatro agricultores obtiveram documento que atesta propriedade de terra e 87 famílias foram beneficiadas com programa da Cohab neste sábado (28)

O direito a uma moradia digna e a propriedade foram algumas das principais ações do Governo do Estado durante o aniversário da 165 anos da cidade de Moju, no nordeste paraense. A data de hoje, 28 de agosto, marca as comemorações e será lembrada como o dia em que 184 agricultores receberam o título de propriedade das terras onde moram e 87 famílias da cidade foram contempladas com o programa “Sua Casa”. A iniciativa estadual concede até 21 mil reais para construção, reconstrução e ampliação de casas de famílias carentes.

“A entrega de títulos de terra e o programa ‘Sua Casa’ fazem parte de um conjunto de ações que mostram que o Governo do Pará tem sensibilidade com os moradores e vem dialogando com cada município para o desenvolvimento local, gerando emprego, renda e melhorando a vida da população”, avaliou o governador Helder Barbalho.

Gerenciado pela Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), o “Sua Casa” vai permitir que famílias carentes da cidade tenham apoio para melhorar a residência onde moram. O programa concede dois benefícios, o primeiro para auxiliar na aquisição de material de construção e o segundo para ajudar no custeio do pagamento dos pedreiros.

“Aqui em Moju nós estamos realizando uma segunda grande entrega. Na primeira, 83 famílias foram contempladas. Na segunda, realizada hoje, novos moradores foram atendidos. Estamos efetivando a determina de levar o benefício para quem precisa”, explicou Orlando Reis, presidência da Cohab.

Terra segura

Jeo dos santos constaFoto: Marco Santos / Ag.ParaAs famílias que receberam o título de propriedade fazem parte de 12 comunidades rurais do território mojuense. Os agricultores receberam o título de propriedade dos imóveis rurais. O documento emitido pelo Instituto de Terras do Pará (Iterpa) garante segurança jurídica aos proprietários, o que facilita o acesso a linhas de crédito rural. 

“Agora eu posso dizer que a terra é minha. Nós estamos muito felizes de receber o documento e agora estamos mais seguros para produzir melhor”, destacou Jeo do Santos Costa, produtor rural e pescador.

“Moju tem vocação, na agricultura familiar, no campo. O Governo do Estado tem um planejamento junto à gestão municipal para o desenvolvimento da cidade”, explicou o chefe do Executivo Estadual.

Durante a agenda oficial, o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agropecuário e Pesca (Sedap), destinou dois raladores de mandioca e duas prensas de Fuso. Os equipamentos serão utilizado para fomentar a produção da Casa de Farinha, instituição gerenciada por produtores locais.

Por Luana Laboissiere (SECOM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui