Sespa confirma 21º caso do novo coronavírus no Pará

É o primeiro caso de uma pessoa com mais de 60 anos no território estadual.

Movimentação intensa na Feira da Terra Firme, esta segunda-feira: idosos são grupo de risco máximo da covid-19 (Igor Mota)

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirma o 21º caso de covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (sars-cov-2). É uma mulher de 68 anos, de Belém, que veio de Goiânia. É o primeiro caso positivo de uma pessoa com mais de 60 anos no Estado. Até as 11h30 desta segunda-feira (30), o Pará tem 104 casos em análise e 610 casos já descartados. A recomendação de distanciamento social temporário / quarentena segue sendo uma das medidas preventivas mais importantes.

As recomendações do Ministério da Saúde são: lavar bem as mãos e pulsos ou usar álcool gel para higienização; evitar contatos físicos desnecessários, cobrir boca e/ou nariz ao tossir e/ou espirrar; não compartilhar alimentos e/ou talheres; higienizar estações de estudo ou trabalho; ao retornar de viagens onde há casos confirmados, com ou sem contato com casos suspeitos, é importante acionar os órgãos municipais de saúde e se afastar de atividades de estudo ou trabalho por, pelo menos, 14 dias.

Para manter a população informada a respeito do novo coronavírus, o Ministério da Saúde atualiza, diariamente, os dados na Plataforma IVIS, com números de casos descartados e suspeitos, além das definições desses casos e eventuais mudanças que ocorrerem em relação a situação epidemiológica. Os dados locais do Pará só costumam ser atualizados, pela Sespa, à noite ou em boletins especiais, que saem pelo Twitter.

Durante 24 horas por dia, a Prefeitura de Belém mantém o telefone (91) 98417-3985 para informações gerais e casos de suspeitas de covid-19. Há outros canais, para situações menos urgentes, que funcionam de 8h às 22h: (91) 3184-6110, (91) 98568-3067 e (91) 98568-6203. Nas redes sociais da Prefeitura há também informações oficiais sobre a doença e formas de prevenção.

Fonte: Victor Furtado/ Com informações da Sespa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui