População lincha e quase mata sósia de Lázaro

-

Vítima foi sequestrada, espancado e abandonado após moradores acreditarem que fosse o serial killer.

A megaoperação da policia, que já dura mais de 15 dias, que visa a captura de um assassino identificado como Lázaro Barbosa, parece que está  longe de terminar, e a falta de uma resposta rápida das  autoridades está deixando a população em pânico.  Desde então, uma “caçada” para localizar o paradeiro do criminoso segue em Goiás.

Um homem, que não teve a sua identidade revelada, foi brutalmente espancado após ser confundido com Lázaro, acusado de assassinar uma família em Ceilândia (DF) há duas semanas. O caso aconteceu na terça-feira (22).

O rapaz, após ser agredido brutalmente por moradores que acreditaram que ele fosse o assassino foragido, foi abandonado nas margens da rodovia BR-262, em Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul. A vítima, de 27 anos, disse à polícia que foi sequestrado e, depois sofreu a violência.

Além de ser alvo da fúria de populares, muitas pessoas que passavam pelo local negaram socorro a vítima, já que também confundiram o homem com Lázaro. A polícia e o Corpo de Bombeiros foram acionados por um morador para que o homem fosse socorrido.

Em depoimento, a vítima afirmou que foi levado por quatro homens encapuzados até uma área de mata, local onde foi agredido. Depois, andou por quilômetros, mesmo com lesões no tórax e na cabeça. 

De acordo com a Polícia Militar, o jovem, agredido, tem passagens por tráfico e pode ter sido agredido por cobrança de dívidas com o trafico.

Fonte: DOL

Parceiros
Fernanda Araújohttp://mojunews.com/
Jornalista. Pós-graduanda em Assessoria de Comunicação e em Marketing e Redes Sociais. Graduanda em Psicologia.
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Prazo para pagamento de R$ 100 do ‘Vale Gás’ encerra hoje

0
Encerra nesta sexta, 15, o pagamento do valor de R$100 do programa de transferência de renda "Vale Gás" do governo do Pará. Agências do Banco do Estado...