Mulher é presa suspeita de ter matado o marido com tiro em Tailândia

-

O bairro Jardim Liberdade, em Tailândia, município no nordeste paraense, foi palco de um homicídio que teve como vítima Eclys Pereira Sousa, 40 anos, morto com um disparo de arma de fogo na tarde da última quinta-feira, 04. A principal suspeita de ter cometido o crime é a companheira da vítima, que foi detida logo após o caso pela Polícia Militar.

Segundo informações da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), eles foram informados por volta das 17h sobre um baleamento. Chegando ao endereço do crime, na travessa Bem-te-vi, os policiais confirmaram o fato.

Os policiais apuraram com moradores da região que Eclys estava bebendo com sua companheira, Roselene Rocha Cabral, 51 anos, quando foi morto. Vizinhos contaram que as discussões eram recorrentes entre o casal, e eles sempre ouviam os gritos e ameaças e, por isso, possivelmente Roselene teria efetuado um disparo de arma de fogo caseira na vítima, que morreu na frente de sua casa.

A equipe do Corpo de Bombeiros ainda foi ao local, mas quando chegaram até a vítima, ela já estava morta, atingida com um tiro na perna e sagrando até perder a vida. Detida na mesma residência como a principal suspeita, a Roselene negou autoria do crime e foi encaminhada para a delegacia para ser ouvida pela Polícia Civil, que está apurando o caso.

Texto: O Liberal

(reprodução)
Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Razão do feriado: Pará adere à independência do Brasil

0
História mostra o quanto a pressão de comerciantes e elite fizeram parte da construção do Pará e em certo momento até atrasando em relação...