Luzes no céu de Belém, Salinas e região: bólido, satélite voltando. Nada de ET. Veja o vídeo

O Clube de Astronomia do Pará (CAP) – do qual fazem parte os pesquisadores Luis Henrique, Arthur Costa, David Jr. e o Grupo de Observação da Amazônia, registrou um rastro de nuvens nesse final de tarde na região em torno de Belém (por volta das 18:45). Foram levantadas algumas hipóteses:

Contrail de avião

Bólido

Reentrada de algum satélite

Pelo que pôde ser percebido nos registros, o mais provável é que tenha sido um desses dois últimos. Ou seja, bólido ou reentrada de satélite. Quando um objeto vindo do espaço entra em contato com os gases atmosféricos, a alta velocidade de entrada faz com que eles se incandesçam pelo atrito.

Por isso observamos o efeito luminoso seguido do rastro de nuvens. A observação, além de Belém, ocorreu em Salinópolis e alguns outros municípios da região nordeste. O rastro estava a uns 60 graus de altura e mais ao norte.

E fazia a linha no sentido leste-oeste com uma inclinação um pouco sutil.

Pessoas leigas no assunto ficaram impressionadas, como revelam alguns vídeos enviados ao Ver-o-Fato. Quem conhece, sabe que não há nada de ET ou Objeto Voador Não-Identificado (OVNI), ou UFO, do velho e bom inglês.

Para variar, alguns lembraram do “Chupa-Chupa”, de Colares e região, entre 1977-1978.

Nada a ver.

Fonte: Ver-o-Fato

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui