Justiça eleitoral julga improcedente ação contra Nilma Lima e Rubens Teixeira

A 37ª zona eleitoral de Moju julgou improcedente, nesta quinta-feira, 05, a ação impetrada contra a chapa Nilma Lima e Rubens Teixeira, a qual pedia a cassação da atual gestão.

O vereador Leandro Henrique foi o autor da ação, que acometia a chapa por abuso de poder político em período eleitoral, e que o Ministério Público Eleitoral deu parecer favorável no dia 29 de julho deste ano.


Na sentença assinada pelo juiz da Comarca de Moju, Waltencir Alves Gonçalves, o magistrado julgou improcedente o pedido de cassação.

Veja aqui um trecho da sentença:

“Ante todo o exposto, por não vislumbrar comprovação do abuso de poder político
imputado pelo autor LEANDRO PANTOJA DA ROCHA a MARIA NILMA SILVA DE LIMA e
RUBENS DE SOUZA TEIXEIRA, divirjo do parecer do Ministério Público Eleitoral e julgo
improcedente a representação versada nesta Ação de Investigação Judicial Eleitoral.”

Veja aqui toda a sentença publicada nesta quinta-feira:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui