Justiça do Pará condena mulher acusada de envolvimento no estupro da própria filha em Breves

-

A mãe da vítima foi condenada a 20 anos de prisão, já o abusador, cumprirá 13 anos de reclusão.

Nesta segunda-feira, 2, um homem acusado de estuprar uma criança de 12 anos e a mãe da vítima foram condenados pela Justiça do Estado do Pará. Segundo informações, o homem foi condenado a 13 anos de prisão, enquanto a mulher a 20 anos. Os dois são acusados de articular para que a criança fosse explorada sexualmente. O caso foi denunciado ao Conselho Tutelar de Breves. Na ocasião, a mãe da criança e o abusador foram presos em flagrante.

As investigações apontaram que de janeiro a março deste ano, a mãe da criança havia consentido que a criança vivesse “maritalmente” com o abusador. Segundo o Ministério Público do Pará (MPPA), a mãe da criança incentivava que a vítima mantivesse continuamente conjunção carnal com o homem.

O Juiz condenou a mãe da criança a cumprir pena de 20 anos de reclusão, por entender que ela não cumpriu com seu dever legal de proteção, cuidado e vigilância da filha. Além disso, a mulher recebeu um adicional de pena por ter sido uma ascendente da vítima.

Já o abusador foi condenado a pena de 13 anos de reclusão em regime fechado, pela prática do crime de estupro de vulnerável em continuidade delitiva, já que ficou comprovado que manteve conjunção carnal com a criança, por várias vezes, pois convivia com a vítima.

Fonte: Roma News

Parceiros
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Advogado mata a mãe e fere a irmã em Belém

0
Segundo a polícia, ele pode ter tido um surto psicótico. A manhã desta terça-feira (18), foi de movimentação policial nos corredores do edifício Villa Dei...