Idoso que sofria maus-tratos é resgatado pela Polícia Civil, em Belém

-

O senhor de 72 anos foi encontrado desnutrido. A delegacia de proteção ao idoso chegou até o local por meio de denúncias anônimas.

Um idoso de 72 anos, que sofria maus-tratos, foi resgatado nesta quinta-feira (11), no Bairro da Pedreira em Belém. Ao chegar no local, a equipe da delegacia de proteção ao idoso constatou que o homem estava em aparente estado de desnutrição. Fraldas geriátricas, usadas, foram encontradas próximas a restos de alimentos. O local onde o idoso estava era pequeno e tinha pouca ventilação. O homem convivia com a família, mas era cuidado de forma inadequada.

“Ele vive com filhas e netos mas, apesar disso, não era cuidado como deveria. Chegamos ao local às 12h e o idoso não havia nem tomado café. Enquanto isso, dois netos dormiam no quarto vizinho. Nem os documentos dele nós conseguimos localizar, já que, de acordo com o apurado, estavam trancados em um terceiro quarto”, destacou Cláudia Guedes, titular da Delegacia de Proteção ao Idoso.

Por causa da saúde debilitada, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamada para dar os primeiros atendimentos à vítima. Houve a necessidade do mesmo ser levado para um hospital de Belém, onde passará por exames mais complexos. O médico vai analisar se o idoso ficará internado.

Foi instaurado um inquérito policial para apurar o caso. Após sua finalização, o processo será encaminhado ao Ministério Público e julgar os autores desta violência. Enquanto isso, outros familiares serão procurados pela equipe especializada para que ele possa receber condições adequadas de vida.

Cuidados – Para manter a qualidade de vida, é necessário que a família tenha atenção a muitos aspectos. É importante estar atento, principalmente, quanto a alimentação, a atividade física, o controle de medicamentos, a segurança, visitas ao médico e também a vida social. Todas essas regras estão explícitas no estatuto do Idoso.

Crime – O Estatuto do Idoso (Lei Federal n.º 10.741/2003) traz uma relação de crimes que, se praticados, serão apurados por ação penal movida independentemente da vontade da parte, de titularidade do Ministério Público, a chamada ação penal pública incondicionada. Discriminar a pessoa idosa, impedindo ou dificultando seu acesso às transações bancárias; abandonar o idoso em hospitais, casas de saúde, entidades de longa permanência, ou congêneres, ou não prover suas necessidades básicas, quando obrigado por lei ou mandado, e praticar maus-tratos, ao deixar de proteger a vida ou a saúde, tanto física quanto psíquica do idoso.

Denúncia – As denúncias podem ser feitas por meio do 181 e não precisa se identificar.

Fonte: DOL

Parceiros
Fernanda Araújohttp://mojunews.com/
Jornalista. Pós-graduanda em Assessoria de Comunicação e em Marketing e Redes Sociais. Graduanda em Psicologia.
spot_imgspot_imgspot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

spot_imgspot_img
Parceiros

Must Read

Prazo para pagamento de R$ 100 do ‘Vale Gás’ encerra hoje

0
Encerra nesta sexta, 15, o pagamento do valor de R$100 do programa de transferência de renda "Vale Gás" do governo do Pará. Agências do Banco do Estado...