Homem casado com 38 mulheres morre aos 76 anos

Indiano que virou atração turística tinha 89 filhos, 36 netos e um bisneto.

O “pai da maior família do mundo”, o indiano Ziona Chana, morreu aos 76 anos, no dia 11. A informação foi confirmada pelo ministro-chefe do estado de Mizoram, Zoramthanga, no Twitter. Ele tinha 38 mulheres, 89 filhos, 36 netos e um bisneto.

Segundo o jornal India Today, Chana, que era líder de uma seita que prega a poligamia, estava doente desde o dia 7 de junho. Ele tinha problemas crônicos como diabetes e hipertensão.

Segundo relatos da imprensa local, Chana ficou inconsciente no dia 11 de junho, quando foi constatado que precisaria de uma transfusão de sangue urgente. Ele foi então internado em um hospital, mas morreu no mesmo dia.

O grupo familiar já chegou a ser formado por mais de 180 pessoas e se tornou atração turística no país.

Homem casado com 38 mulheres morre aos 76 anos. Ele tinha 38 mulheres, 89 filhos, 36 netos e um bisneto. (Reprodução / Twitter)
A família do patriarca Chana (Reprodução / Twitter)

Segundo a imprensa local, todos vivem juntos em uma casa de quatro andares e 100 quartos chamada “Chuuar Than Run”, ou Casa da Nova Geração, na vila Baktawng Tlangnuam, a cerca de 55 quilômetros da capital de Mizoram, Aizawl. Todas as mulheres compartilhavam um dormitório próximo ao quarto de Chana.

Chana nasceu em 1945, de acordo com a agência de notícias Reuters, e conheceu a primeira mulher, três anos mais velha, quando tinha 17 anos.

A seita Chana Pawl tem cerca de 2 mil seguidores e todos vivem ao redor da casa. O grupo foi fundado pelo avô de Chana em 1942.

Fonte: O Liberal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui