Exame para coronavírus em paciente de Belém tem resultado negativo

Sespa confirma que exames realizados pelo Instituto Evandro Chagas no paciente R.A.C.M descartaram Covid-19.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) comunicou na tarde deste domingo (1º) que os os exames realizados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) e Instituto Evandro Chagas nas amostras recolhidas com o paciente de Belém R.A.C.M tiveram resultado negativo para Covid-19, estando portanto excluído como possível caso suspeito de Coronavírus.

Até a manhã de ontem (28) dois casos estavam sendo tratados como suspeitos da doença no Pará: um em Belém e outro em Santarém, no oeste do Estado. Este último, comunicado pela Secretaria de Saúde daquele município (Semsa), foi desconsiderado pela Sespa ainda na noite do sábado (29). Já o caso suspeito na capital foi descartado neste domingo, após divulgação de laudo epidemiológico pelo Lacen.

O caso suspeito em Belém foi comunicado pela Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) no final da manhã da sexta-feira, 28, e no mesmo dia teve as amostras colhidas e encaminhadas ao Lacen. O indivíduo, do sexo masculino, 55 anos, é morador da capital e tinha vindo de área de transmissão sustentada de Covid-19. Ele esteve em contato com o caso confirmado de Covid-19 de São Paulo e ficou sendo monitorado pela Vigilância Epidemiológica do Município até que saísse o resultado dos exames.

O Lacen recebeu amostras do paciente no mesmo dia. O material foi processado e dele feita a extração de ácidos nucleicos, para análise pela Metodologia RT-PCR em tempo real para vírus respiratórios (biologia molecular em tempo real), com resultado negativo para Influenza A e Influenza B.

Na sequência, o Laboratório realizou exames do painel viral também por RT-PCR em tempo real, biologia molecular com resultado negativo para os seguintes virus:

-Adenovirus

-Vírus Sincicial respiratório

-Rinovirus

-Parainfluenza 1

-Parainfluenza 2

A segunda amostra foi enviada para o Laboratório de Vírus Respiratórios do Instituto Evandro Chagas para análise específica para o Novo Coronavírus (SARS – CoV – 2). Neste último teste foi utilizado o protocolo de Charité, Berlim, Alemanha, conforme preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Ministério da Saúde, também com resultado negativo.

Já o caso registrado em Santarém era de uma paciente de 47 anos, e foi excluído como suspeito por não atender a definição de caso de Covid-19 vigente. A mulher esteve na Europa entre os dias 5 e 12 de fevereiro. De volta ao Pará, ela recebeu atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas do município na manhã de sábado (29), após apresentar quadro gripal e informar que havia estado recentemente na Itália. A equipe de plantão da Unidade realizou o protocolo estabelecido pelo Ministério da Saúde e a mulher foi orientada a permanecer em casa sob acompanhamento de uma equipe da Semsa.

Contudo, o caso foi excluído como suspeito por não atender a definição de caso de Covid-19 vigente. De acordo com a Sespa, por se tratar de um quadro clínico prolongado o mesmo não era compatível com os casos ocorridos descritos nos relatórios da Organização Mundial de Saúde (OMS) e Ministério da Saúde (MS)”. Além disso, o órgão levou em conta que, nesse período, ainda não havia casos confirmados em Portugal e os 14 casos confirmados, os quais na França (11 casos) e Itália (3 casos), eram importados da China ou do Reino Unido. Assim, os referidos países não possuíam transmissão local do vírus estabelecida pela OMS e apenas passaram a integrar a lista de países monitorados pelo Brasil em 24 de fevereiro de 2020.

Fonte: O Liberal  com informações da Agência Pará.

Parceiros Do Portal
IEPAM- Moju
Cruzeiro Do Sul Virtual
Faculdade Fam- Abaetetuba
Farmácia Do Trabalhador De Moju
Uniasselvi – Moju
Açaí e Cia Gold
Nenem Moto Peças
GBS NET
Graf Art
Ideal Magazine
Supermercado Leal
Mundo da construção
Agapis Auto Elétrica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui