“Cuiririm” troca tiros com a polícia e morre em Parauapebas

Henrique da Costa Silva foi abordado por uma guarnição da PM na Rua G1, Bairro Ipiranga e reagiu a uma ordem dos policiais.

Morreu durante abordagem policial, por volta das 18h10 de ontem, quinta-feira (2), Henrique da Silva Costa, 25 anos, o Cuiririm. Considerado pessoa muito perigosa, ele foi reconhecido e abordado por uma guarnição da Polícia Militar que, em rondas, circulava pela Rua G1, no Bairro Ipiranga, em Parauapebas. Durante a aproximação, os agentes da lei ordenaram que ele colocasse as mãos na cabeça, mas, em vez de atender, ele sacou de um revólver calibre 38, fez um disparo contra a guarnição, e recebeu de volta dois tiros no peito.

Curirim era tido como líder de uma das organizações criminosas que atuam em Parauapebas e como traficante de drogas, com seis processos na Justiça, por receptação, roubo, violência doméstica e tráfico. Ele era irmão de Wanderson Cunha da Silva, o Coringa, executado na porta de casa, nas Casas Populares, no dia 21 de maio passado.

Por Zé Dudu

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui