Corpo de cabo da Aeronáutica morto em assalto com refém é enterrado neste domingo, 15

Reprodução / Facebook.

Jax Coelho Garcia, de 39 anos, foi morto após reagir a um assalto na noite da última sexta-feira, 13.

O corpo do cabo da Aeronáutica Jax Coelho Garcia, de 39 anos, morto a tiros após reagir a um assalto dentro de um ônibus, no bairro de Val-de-Cães, em Belém, foi enterrado na manhã deste domingo, 15. A informação foi confirmada pela irmã da vítima, Diovane Garcia. Ainda muito abalados, os familiares se reservaram para mais esclarecimentos.

Jax foi assassinado com dois tiros, sendo um deles na cabeça dentro de um ônibus da linha Marituba/Ver-o-Peso, que trafegava pela avenida Pedro Álvares Cabral, no bairro de Val-de-Cães, em Belém. Segundo a Polícia Civil, os bandidos fugiram e, pouco depois, dois deles fizeram reféns os passageiros de outro coletivo, já na BR-316, em Ananindeua.

Os criminosos, que ainda não tiveram a identidade divulgada, liberaram os reféns após quase uma hora de negociações. Ninguém ficou ferido. Os dois foram encaminhados para a Divisão de Homicídios, que está à frente das investigações sobre a morte do militar.

Segundo informações repassadas pela PC, após o homicídio os assaltantes roubaram pertences dos passageiros que estavam no interior do ônibus da linha Marituba/Ver-o-Peso e, em seguida, pegaram uma motocicleta para fugir do local. Dois deles seguiram para a BR-316, onde entraram em outro coletivo e anunciaram novo assalto.

Enquanto isso, o corpo de Jax Coelho ficou dentro do primeiro coletivo, estacionado na frente da Seccional da Sacramenta, aguardando a equipe da Polícia Científica para os trabalhos de perícia e remoção.

O corpo da vítima foi liberado pelo Institudo Médico Legal (IML), no final da tarde de sábado, 14, após passar por necropsia. O velório foi realizado durante a noite do mesmo dia, em uma capela, localizada na Região Metropolitana de Belém (RMB).

Fonte: O Liberal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui