Município de Moju pena há um mês com falta de luz constante

A última semana, relata um leitor, tem sido a mais difícil, com interrupções que duram até 24 horas.

Cidade de Moju. A comunidade Olho d’Água, que está com problemas de energia elétrica, fica a cerca de 40 km da sede do município. (Igor Mota / Aquivo O Liberal)

A comunidade Olho d’Água, a cerca de 40 quilômetros do centro do município de Moju, está há quase um mês com problemas constantes com a energia elétrica. Quase todos os dias há interrupções que duram várias horas, o que já levou alguns moradores dormir no calor por semanas. As coisas estavam num nível suportável até que, nesta semana, houve dias com interrupções de 24 horas.

Essas reclamações foram feitas pelo senhor Manoel Penha dos Santos, de 56 anos. Ele é proprietário de uma panificadora, na comunidade Olho d’Água. Diz que os prejuízos para o comércio local estão altos por conta da pandemia, que afastou clientes ao deixar as pessoas dentro de casa — o que mostra que Moju está mais bem posicionada no distanciamento social temporário que Belém —, mas agora perder materiais e mercadoria já é demais.

“Mas não é só o comércio. As pessoas nas casas também. Se as pessoas precisam ficar em casa, sem energia, não dá. Faz um mês que estamos com esse problema. Às vezes falta de tarde e só volta de manhã. E já tivemos dias de passar 24 horas nesta semana. Ligamos pra Celpa (Equatorial) e ninguém dá nenhuma resposta pra nós. Todo mundo está sofrendo e perdendo com isso”, criticou seu Manoel.

A Redação Integrada de O Liberal entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia e aguarda um posicionamento.

Fonte: Victor Furtado

1 COMENTÁRIO

  1. Pagamos corretamente a conta de energia, merecemos que os serviços prestados da empresa Equatorial seja de qualidade,o que não dá pra ficarmos com prejuízos em nossos eletrodomésticos por conta do mal serviço prestado em Moju.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui