Cidades em lockdown no Pará têm 60 autuações no Dia das Mães

Foram contabilizadas 54 multas para pessoas físicas e seis estabelecimentos comerciais foram fechados e multados (foto de Marcelo Seabra/ Agência Pará)

Belém (PA) – A capital Belém e mais nove municípios paraenses viveram um Dia das Mães atípico em 2020. No domingo, 10, começou a valer a aplicação de multas para quem desrespeitar o decreto 729/2020, que prevê a suspensão total das atividades não essenciais, o chamado lockdown, intensamente fiscalizados.

Autuações – Da meia noite às 17 horas de domingo, foram realizadas 60 autuações, sendo 54 multas para pessoas físicas e seis para estabelecimentos comerciais que não se enquadram como serviço essencial. Belém foi o município que mais computou autuações, com 37 ocorrências. O balanço parcial do dia foi divulgado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), às 18h40 de domingo.

Quem circulou pelo centro da capital no primeiro dia de endurecimento do decreto, na quinta-feira, 7, encontrou ruas vazias e baixo movimento até nas feiras livres, famosas pela grande circulação de pessoas, como no complexo do Ver-o-Peso. No local, viaturas da Polícia Militar fizeram rondas; não houve nenhum ponto crítico de aglomeração. A maior parte dos feirantes encerrou as atividades por volta das 14h, antes mesmo do horário permitido no decreto, às 15h.

Fechados – No Dia das Mães, igrejas, restaurantes, shoppings, cemitérios e todo o comércio ficaram de portas fechadas. Até as tradicionais praças da República e Batista Campos estavam vazias. Não se via cenas de mães com os filhos passeando, comum na data. Apenas alguns vendedores de flores circulavam pelas vias do centro da cidade.

As fiscalizações dos órgãos de segurança passaram a ser mais rigorosas a partir da madrugada de domingo, 10. Como previsto no decreto, os agentes podem aplicar multas para quem desobedecer o lockdown. Entre as penalidades estão advertência, multa diária de até R$ 50 mil para pessoas jurídicas, a ser duplicada por cada reincidência; multa diária de R$ 150 para pessoas físicas, MEI, ME, e EPP’s, a ser duplicada por cada reincidência; e embargo e/ou interdição de estabelecimentos.

Balanço – Segundo o balanço divulgado pelo delegado Alberto Teixeira, de quinta-feira, 7, a sábado, 9, período das medidas educativas, foram realizadas 250 operações no Pará. Nas ações, 6.891 estabelecimentos foram fiscalizados; destes, 863 foram fechados, 240 notificados e 66 autuados.

As ações ocorreram em Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides, Castanhal, Santa Isabel do Pará, Santa Bárbara do Pará, Breves, Vigia e Santo Antônio do Tauá.

Esses municípios têm média de casos do novo coronavírus acima das médias estadual e nacional. O índice do Pará é de 51 infectados para cada 100 mil habitantes. As cidades que estão sob o bloqueio têm índices de, pelo menos, 75 para cada 100 mil.

Fonte: portal Terra



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui