Bombeiros encerram buscas por fragmentos vítimas de erosão de rocha em Capitólio em MG

Crédito: Reprodução/Redes Sociais.

A visitação ao local do acidente para qualquer forma de turismo ou atividade não relacionada às apurações permanece suspensa.

Nesta terça-feira, 11, o coronel do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, Giuvaine Barbosa de Moraes, anunciou que as buscas feitas por mergulhadores foram interrompidas porque já não estavam sendo encontrados mais fragmentos das vítimas do acidente ocorrido no último sábado, 08.

Ele também cita que os 12 mergulhadores e 8 bombeiros que trabalharam durante as buscas em Capitólio já estão retornando para suas unidades de origem, mas que apesar do encerramento das buscas, o Corpo de Bombeiros segue auxiliando nas investigações e estarão disponíveis caso exista necessidade.

O coronel também explicou que todos os fragmentos visíveis pelos bombeiros já foram retirados dos cânions e que caso ainda haja outros fragmentos, eles podem estar presos embaixo das pedras. O delegado regional de Passos, Marcos Pimenta, citou que nesta nova fase do caso, o trabalho será feito pela marinha, que deve procurar e resgatar os materiais da lancha, assim como a Polícia Civil também segue com as investigações. Para isso, a visitação ao local do acidente para qualquer forma de turismo ou atividade não relacionada as apurações permanece suspensa.

Marcos Pimenta cita que “A Polícia Civil está trabalhando na aquisição de um geólogo expert que possa nos auxiliar nas investigações. Queremos não procurar culpados, mas exaurir todo e qualquer questionamento sobre o fato interno. Se, por ventura, no final das investigações a Polícia Civil comprovar que houve algum fato de terceiros, uma ação humana, essa pessoa será responsabilizada”, afirmou.

Informações do G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui