Após polêmica, integrante do Bonde do Forró diz que prefeito paraense ‘queria um momento’ com cantora e dançarinas da banda; assista

A Polêmica envolvendo o prefeito de Portel, na Ilha do Marajó, e a banda Bonde do Forró segue dando o que falar. Depois de ser acusado pelo chefe do executivo municipal, Paulo Ferreira, de se recusar a fazer o show para o qual foram contratados como uma das principais atrações do aniversário da cidade, o proprietário da banda gravou um vídeo acusando o prefeito de assediar a vocalista e as dançarinas do grupo.

De acordo com o DJ Maluco, dono da banda, o Ferreira teria ficado irritado após ele negar “um momento” com as artistas. “Ele (prefeito) queria um momento na casa dele com a nossa vocalista e as dançarinas”, acusou.

Em vídeo que circula na internet, o prefeito instiga a população a cercar o hotel onde os integrantes da banda estavam hospedados em Portel e, depois, ameaça chamar a polícia, caso o grupo não se apresentasse. Segundo o prefeito, a banda estava se recusando a fazer o show por conta de um atraso na programação.

Em nota, o prefeito se manifestou sobre a resposta do dono da banda, afirmando que os fatos foram compreendidos de forma errada e que recebeu vários convidados em sua casa, em virtude da data festiva do município. Segundo Ferreira, ele rebate todas as acusasões que fogem dos fatos e que representam desrespeito.

Deixe uma resposta