Abaetetuba: Batedor de açaí é assassinado e gera comoção e revolta entre populares do local

Reprodução

A vítima estava sentada na frente de sua residência quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram e efetuaram vários tiros.

Os barulhos de tiros assustaram os moradores de Abaetetuba, no nordeste paraense. Muitas pessoas estavam próximo ao local do crime e saíram correndo para que não fossem atingidas. 

O homicídio aconteceu em plena luz do dia, neste domingo (24), na rua João de Deus, bairro da Aviação. A vítima estava sentada na frente de sua residência, onde funciona uma oficina mecânica, quando três indivíduos em uma motocicleta se aproximaram e efetuaram vários tiros. 

O homem foi identificado como José Antônio Vilhena e era membro da igreja Assembleia de Deus, há cerca de 30 anos. Ele ainda chegou a ser socorrido e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Não há informações sobre o que teria motivado a execução. A família nega qualquer envolvimento da vítima com o mundo do crime. 

O assassinato gerou comoção e revolta entre populares do local. Alguns moradores acreditam que Antônio morreu por engano, já que era um homem de bem e não tinha inimigos. Vilhena funcionário público, trabalhava também como batedor de açaí e vigilante no mercado de peixe do município.

O corpo de Vilhena está sendo velado no auditório do Templo Central da Igreja Assembleia de Deus, situada na  rua Louro. 

A Polícia Civil informou que um inquérito policial foi aberto para apurar o crime. Diligências estão sendo feitas para identificar e localizar os assassinos. Informações que ajudem nas investigações podem ser repassadas pelo Disque-Denúncia, número 181. O sigilo é garantido.

Fonte: DOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui