60 mil estacas de madeira são apreendidas em Moju

Carga com 1.200 m³ de estacas, mourões e barrotes foram localizados pelo Ibama após denúncia na cidade de Moju.

Cerca de 1.200 m³ de estacas, mourões e barrotes foram apreendidas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), após denúncia, em Moju, região nordeste do Pará.

A apreensão foi realizada por meio da operação “Rotina” e divulgada neste fim de semana pelo governo federal. Os responsáveis ainda não foram identificados.

A madeira apreendida é da espécie Acapu que tem crescimento lento e pode atingir até 40 metros de altura. Ela é considerada ameaçada de extinção, sendo o corte e a comercialização proibidos.

“Os ilícitos ambientais são combatidos a cada operação e, com mais esta ação, o Ibama confirma o compromisso com a preservação ambiental na Amazônia”, afirma o Superintendente do Ibama no Pará, Rafael Ângelo Juliano.

Essa é considerada a maior apreensão de acapu realizada no estado. O Ibama tomou conhecimento da carga irregular por meio de denúncia realizada na ouvidoria do órgão.

O Instituto afirmou que a carga apreendida será doada às secretarias municipais de meio ambiente elas deverão direcionar o material às iniciativas de ação social que ocorrem em cada área.

O transporte irregular de madeira é considerado crime ambiental e prevê pagamento de multa no valor estimado de R$ 360 mil.

Fonte G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui